Detox das Reclamações - Um Bálsamo Para a Alma

by - 13:55:00


Detox



Quais os benefícios de não reclamar?


Este é um desafio que proponho a todos aqueles que procuram sentir-se mais leves, que escolhem praticar a conexão consigo mesmos e com a maneira como realmente desejam ver a vida.

Manifestamos fisicamente aquilo a que damos a nossa atenção.


As nossas palavras revelam a nossa visão do Mundo, a maneira como escolhemos viver e ser. Palavras negativas indicam uma vibração negativa, que atrai mais daquilo que condiz com a vibração do que falamos.

As palavras têm uma frequência própria, e cada conversa que temos está a perpetuar as coisas sobre as quais falamos, quer sejam boas ou más para nós.


Passo a passo


Em vez de tentares ser genuinamente grato por cada coisa boa presente na tua vida, e especialmente se isso estiver a ser uma tarefa árdua, o melhor é começar do zero.

A ausência de resistência (negatividade) é melhor que forçar ser-se positivo.

Palavras mentem, vibrações não. Assim, mesmo que pratiques afirmações com o intuito de elevares a tua frequência e melhorares a tua vida, se não estiveres habituado/a a sentir-te bem a maior parte do tempo, elas serão em vão.

Começa por descartar aquilo que não precisas mais.

Isto pode significar:
  •  deixar de fazer coisas que antes fazias apenas para agradar os outros
  •  eliminar hábitos que te põem para baixo, como passar demasiado tempo a vasculhar a vida dos outros
  •  desistir de vícios que debilitam a tua saúde e energia
  •  parar de ir atrás de pessoas que não estão interessadas na tua companhia

Deixando tudo isto de lado, fica muito mais fácil passar para a etapa seguinte: deixar de reclamar.


Os benefícios de parar de reclamar


Falar sobre algo que não queres, faz com que isso apareça com mais frequência na tua vida.

Porém, ao deixar de falar sobre algo que não queres, vai fazendo com que isso desapareça gradualmente da tua vida. Se tinhas o hábito de dizer mal da vida, das pessoas, e do Mundo - vai ser como se um peso te saísse de cima e de repente a vida não parece tão má.

A tua perspetiva começa a transformar-se e, ao veres a vida com outros olhos, sentes inspiração para falar e sentir de maneira diferente acerca de tópicos que antes te incomodavam, ou acerca dos quais não pensavas, porque andavas demasiado ocupado/a a reclamar sobre eles.

A visão fica mais clara, e os teus pensamentos também. Entendes que na realidade, o que queres é sentir-te bem e atrair coisas boas. E que tem tudo a ver com a maneira como vês, como te sentes, e como falas sobre os assuntos para que eles se mostrem para ti da maneira como queres.

Passas menos tempo a tentar controlar situações, e priorizas aquilo que te alimenta a alma. É como uma viagem no tempo em que eras criança, e delicias-te com as coisas simples, como ouvir música, desenhar, cantar, escrever, ler. Vês beleza naquilo que antes ignoravas no teu dia a dia, como um dia de chuva, o canto dos pássaros ou o delicado balanço das árvores com a brisa.


Estes e outros resultados surgirão quando tomares a decisão que vais começar a ser mais consciente das tuas palavras. No momento em que souberes que vais dizer mal de alguém ou alguma coisa, abstém-te de falar sobre isso. Se já tiveres começado a conversa, não estendas mais o assunto e sente o alívio que te traz.

Ao libertares-te dos limites auto-impostos, estás deixar que o teu verdadeiro eu te inspire - o teu Eu Espiritual. Com ele, aprendes a viver como realmente vieste viver. Aprendes a amar-te e a amar a vida. Aprendes que isto é uma arte que se aprende com o tempo, mas que quanto mais a executares, mais fácil fica.

Cláudia 





Fontes:


You May Also Like

0 comentários

Pages