Home » , , » O Poder do Foco e Porque Devemos ser Seletivos nos Pensamentos

O Poder do Foco e Porque Devemos ser Seletivos nos Pensamentos

Written By Cláudia Rocha on 16 de julho de 2017 | 18:55:00


Poder



Atraímos o que pensamos, o que somos, o que dizemos. Mas também aquilo a que damos a nossa atenção.

Ao escolhermos dar atenção a algo, alimentamos-lhe com a nossa energia. E isso é muito significativo, porque ao alimentarmos algo, estamos a causar uma resposta por parte do Universo.

Semelhante atrai semelhante. Com os nossos hábitos, estamos a formar circunstâncias que se repetem. Um ciclo forma-se a partir do momento que nos habituamos tanto a dar a nossa atenção a algo, que isto se torna perpétuo na nossa vida.

Por isto é que é tão importante não alimentar a negatividade.

Um ciclo forma-se a partir do momento que alimentamos uma circunstância negativa, dando-lhe mais e mais a nossa atenção. 

O que viso ensinar neste blog é: apenas porque algo é "real", não significa que seja para sempre! Nós temos o poder de mudar a nossa vida. Não precisa de ser já, nem em poucos dias. Uma melhoria de cada vez faz toda a diferença a longo prazo.


Poder



Mudar aquilo que alimentamos é essencial - e começa sempre por dentro.

A energia é poderosa. Tudo é energia, e tudo o que acontece no Universo é através da energia. Ou seja, tudo é a causa e o efeito da criação. Quando o Ser Humano tenta separar-se da criação, aí é que moram os problemas, porque queremos responsabilizar o que é externo a nós por aquilo que acontece na nossa própria experiência.

Não existe o exterior a nós. Todos somos responsáveis pelo rumo das coisas, especialmente pelo que nos acontece.

A nossa experiência pessoal é definida por aquilo que somos, ou seja, pela energia que somos.


Poder



O que é que isso significa?

Se tudo é energia, então todos os nossos pensamentos, palavras, ações - enfim, tudo o que vem de nós é energia. A nossa única responsabilidade é perpetuar uma determinada frequência, que vai manifestar-se naquilo que acontece na nossa experiência.

O Universo é o orquestrador dos acontecimentos, dos resultados da energia que cada um emite. Por isso, aquilo que és é aquilo que te acontece. Mas o que acontece não deve influenciar quem tu és, se não é aquilo que desejas perpetuar.

Passo a explicar: tudo começa pelo foco. Se começamos um pensamento novo, e lhe damos mais e mais a nossa atenção, estamos a fazer com que ele "cresça", e se torne algo mais tangível.

Por exemplo, pensarmos sobre determinada pessoa e lembrarmo-nos do que ela nos faz sentir, o que faz com que essa pessoa apareça de alguma maneira. Podemos vê-la na rua, ela liga-nos, ou alguém fala sobre ela.

O que causou os acontecimentos depois de pensarmos na pessoa foi o Universo, e a energia que enviámos em relação a essa pessoa.


Poder



Quanto maior a atenção, maior a resposta do Universo. É por isto que coincidências não existem, no sentido que normalmente lhes é atribuído.

Coincidências são, na verdade, um conjunto de incidências que estão relacionadas umas com as outras. Uma corrente de acontecimentos interligados, que na verdade têm como origem, neste caso, um pensamento, e que são alimentadas pela nossa atenção.

É isto a Lei da Atração - semelhante atrai semelhante, e a carga elétrica que concretiza este efeito é a nossa energia, a nossa atenção.

Dito isto, é boa ideia reavaliarmos onde dirigimos o nosso foco.

Por isso deixo a questão: a que tópicos dás a tua atenção durante o dia?

Cláudia

0 comentários:

Enviar um comentário

Página oficial

Subscreve à newsletter

Artigo em destaque

Como Usar a Lei da Atração: O Segredo na Prática >> PDF Gratuito

Para aqueles que querem aprender os básicos sobre a Lei da Atração e como usá-la para criar a vida que deseja, escrevi um livro que exp...

Envia-me uma mensagem

Nome

Email *

Mensagem *

Seguidores

Instagram