Dicas e Razões para Começar a ser Vegano

by - 18:48:00


Dicas


Um dos meus objetivos neste ano de 2017 era tornar-me vegan na alimentação.

Devido à perspetiva renovada que adquiri através de várias leituras e documentários, cheguei à conclusão que não ia mais apoiar o sofrimento animal.

A principal razão para não compactuarmos com as diversas maneiras em que várias espécies de animais são exploradas no nosso planeta é o especismo. E o que é o especismo?

É a superioridade em que a raça humana se coloca acima de todas as outras espécies.

Conhecemos o racismo, o machismo, o nazismo. Todos estes "ismos" são sinónimos de uma posição de superioridade, arrogância, e mentalidade em que determinada classe se coloca, para justificar atos de crueldade e humilhação.

A pior parte é que neste ismo em particular, a maior parte dos intervenientes contribui indiretamente, assumindo uma atitude hipócrita quando arranja justificação na prática de tal ato.

Porque não somos nós que matamos a nossa própria carne, ou os acessórios de pêlo genuíno que usamos para nos enfeitar. Pior, pagamos a outros para o fazerem por nós.

E foi por ter chegado à minha própria opinião e conclusões que decidi cortar tudo o que financiasse esse sofrimento e hipocrisia.

Estamos a entrar numa Nova Era, um período na História como nunca antes. Graças à grande diversidade de culturas, mentalidades, informações e também graças à expansão dos meios de comunicação que crescemos cada vez mais rapidamente - e tudo isto tem raíz numa mudança de frequência da Terra.


Dicas



Estamos a iniciar uma nova era de consciência, pode-se dizer o começo da Era de Aquário. Vão nascendo seres com energias totalmente novas, mais puras e prontas para expandirem a sua própria consciência, e isso choca com aqueles que ainda persistem em estar presos na "velha energia", o que explica as discussões fervorosas que ocorrem quando alguém dá a sua opinião e esta é diferente das demais.

Penso que a explosão de pessoas que aderem ao vegetarianismo/veganismo se deve a este expandir de consciência coletivo, que obriga ao Mundo em que vivemos grandes mudanças, para que não só os hábitos de consumo mudem, mas também a maneira como nos vemos uns aos outros, como espécies - não só entre seres humanos.


Dicas


Por isso, em suma, aqui ficam algumas razões para começares, hoje mesmo, a adotar uma postura de igualdade para com as restantes espécies do planeta:

ética: não compactuar com assassinatos em massa de seres inocentes, porque cada vida conta. Não existe necessidade nenhuma de consumir animais. Além disso, estamos a financiar pessoas e empresas que visam o lucro através do sofrimento.

moral: a natureza humana é a bondade e a compaixão. Se pusermos uma criança em frente a um animal, o seu instinto é acarinhá-lo, dar-lhe festas, brincar com ele. Isto demonstra a nossa verdadeira essência.

saúde: foi provado através de diversos estudos que existe uma correlação entre a saúde da população de determinadas comunidades e os seus hábitos alimentares - nos países em que se consome, por exemplo, uma maioria de alimentos de origem vegetal e escassa quantidade de origem animal, a taxa de mortalidade é muito menor que nos países em que acontece o contrário.

financeiro: além de obrigar a uma mudança no mercado e nos hábitos de consumo, estamos a deixar de financiar empresas que exploram excessivamente os animais, e que utilizam grande parte das vezes técnicas de produção e conservação que deterioram o meio ambiente e a nossa saúde. Consumimos sobretudo hidratos de carbono, leguminosas, verduras, vegetais e frutas, que na sua maioria ficam muito menos prejudiciais também à carteira.

comunidade: juntamo-nos a milhões de pessoas por todo o Mundo que assumiram a mesma postura e ajudamos a melhorar o planeta tanto para nós, como para as outras espécies. Partilhamos opiniões e damo-nos apoio mútuo, e a nossa mentalidade passa a ser algo cada vez mais comum e normal, para que assim seja mais fácil para aqueles que também querem começar.


Como começar?

Buscar informações de todas as partes, juntar-se a grupos e fóruns online para que possas saber em primeira mão a perspetiva de quem já adotou este estilo de vida.

- Ler (https://estilovegan.com.br/livros-todo-vegetariano-vegan-deveria-ler/)
- Ver documentários (http://veganize.com.br/13-documentarios-sobre-o-veganismo-para-voce-veganizar-de-vez/)
- Assistir a vídeos no youtube (https://www.youtube.com/watch?v=EGM-yy0-njw)
- Comunidade de Vegetarianos/Veganos em Portugal (https://www.facebook.com/groups/557093631016912/)

Deixar de usar produtos de vestuário animais, como por exemplo couro, camurça, pêlo de raposa, etc. Evitar ao máximo usar produtos de cosmética que tenham sido testados em animais (toda a informação pode ser encontrada online, se não apenas enviar email à companhia em questão). 

Não visitar circos cujas atrações tenham animais, deixar de financiar zoos, optar sempre pela adoção em vez da compra de animais domésticos.

Permanecer alerta de quaisquer maus tratos, eventos de caça ilegais, entre outros atos de violência animal e denunciar às autoridades competentes.

Ir experimentando e incorporando receitas 100% vegan na culinária do dia a dia. É muito fácil e divertido, e passas a ser auto-didato na cozinha. Nos restaurantes ou casas de amigos ou familiares, avisar antecipadamente que não comes nada animal, para que quem é responsável possa ter substituições.

Ir em frente, um passo de cada vez, um dia de cada vez.


Finalmente, o que tenho a dizer é: vale a pena. Tudo o que possamos fazer e que esteja ao nosso alcance está a contribuir para um mundo melhor, para nós e para todas as outras espécies do planeta. Começa onde estás e com o que te sentes bem a fazer agora.

Espero que tenham gostado do post!

Qualquer dúvida ou opinião, escrevam na caixinha de comentários abaixo :)

You May Also Like

0 comentários

Pages