Home » , , » Porque Desejo Inspirar os Outros

Porque Desejo Inspirar os Outros

Written By Cláudia Rocha on 29 de maio de 2017 | 16:30:00


Inspirar



Tentarei escrever este post com o mínimo de críticas possível.

Até porque há uma grande lacuna que ocorre quando as pessoas fazem críticas - porque tudo o que dizem reflete o que sentem em relação a si mesmos.

Ando num detox de palavras. Não porque preciso falar menos, mas porque quero eliminar reclamações da minha dieta verbal.


Como dizer mal de alguma coisa de maneira irónica compõe grande parte das conversas do dia-a-dia, espero que este não seja um post curto.

Quero falar sobre algumas conclusões a que cheguei nestes últimos dias. Há momentos na minha vida nos quais chego a epifanias, que são resultados de uma fermentação das minhas ideias recortadas das experiências que vivo e das conversas que tenho comigo mesma.


Inspirar



Todos vivemos sempre grandes paradoxos. Queremos algo, mas não o temos, porque vivemos de maneira a bloquear esse desejo. Ou seja, desejar algo normalmente é feito através da postura de quem não tem. Desejar é quase sinónimo de não ter.

Ora, um dos meus maiores desejos neste momento é ser compreendida.


Parece vago, tolo e um pouco impossível. Isto porque num planeta tão vasto e cheio de diversidade, é óbvio que haverá sempre um montão de gente que não me compreende. Mas também, não preciso que seja toda a gente a entender a minha mensagem - apenas um grupo pequeno chegará.

Ao refletir sobre este desejo, pensei também no porquê: porque é que quero ser compreendida?

Porque quero inspirar as pessoas. Quero dar-lhes a mão, ser um elo de ligação que lhes leva a conclusões que elas andavam à procura, e ser um meio para elas chegarem a um fim, que é viver mais como lhes faz felizes.

Depois pensei mais um pouco. E cheguei a outra conclusão: eu já faço isso, mesmo não sabendo exatamente a quem e quando. 

Talvez o tenha feito quando andava na escola e as pessoas viam que eu era diferente e mantive-me autêntica mesmo com todas as críticas que me fizeram. Fi-lo definitivamente quando transmiti tudo o que sentia para um livro e vieram leitores ter comigo a dizer que naquele momento não se sentiram sozinhos. Quero continuar a fazê-lo com este blog, ao relatar a minha viagem espiritual, emocional e física.


Inspirar



Então, este desejo que referi, no fundo já está concretizado. Então não é mais um desejo, é um facto. Eu inspirei, inspiro e inspirarei as pessoas. Mas quero fazê-lo agora, com ainda mais mestria. Com mais garra. Com mais paixão.

Por isso para viver aquilo que me apaixona apenas tenho de tornar-me nisso, e não tenho pressa, porque a cada momento vou melhorando e aprendendo. E faço isso inatamente, sem qualquer esforço, porque o que eu quero é nada menos do que a razão pela qual me levanto todos os dias. É o meu oxigénio. 

Toda a minha pessoa se formou e está em constante melhoria para satisfazer a esse propósito natural, o de viver com paixão e inspirar-me a mim mesma e, assim, aos outros.

Obrigada a todos aqueles que me disseram que estou errada, porque o meu espírito rebelde apenas me faz confirmar que estou ótima.

Cláudia

0 comentários:

Enviar um comentário

Página oficial

Subscreve à newsletter

Artigo em destaque

Como Usar a Lei da Atração: O Segredo na Prática >> PDF Gratuito

Para aqueles que querem aprender os básicos sobre a Lei da Atração e como usá-la para criar a vida que deseja, escrevi um livro que exp...

Envia-me uma mensagem

Nome

Email *

Mensagem *

Seguidores

Instagram