Home » , , » Inteligência Emocional: Dominar O Que Sentimos É A Chave

Inteligência Emocional: Dominar O Que Sentimos É A Chave

Written By Cláudia Rocha on 17 de maio de 2017 | 20:02:00


Inteligência



Mais importante do que ser consciente dos pensamentos, é dominar as emoções.


Digo dominar porque mais do que sermos conscientes do que estamos a sentir, precisamos aprender a escolher como nos queremos sentir.

Podemos tirar a conclusão, após refletir profundamente, que grande parte das emoções que sentimos durante a vida derivaram das circunstâncias que vivemos.

Vivemos uma situação, reagimos, e, mesmo muito depois de a vivermos, continuamos a pensar nela.


Pois bem meus amigos, aquilo a que damos atenção é aquilo que atraímos para a nossa vida.

Se queres deixar ir determinadas circunstâncias, pessoas, crenças...de nada adianta pensar "quero parar de pensar nisto", porque ao dares atenção ao "isto", estás a pensar naquilo na mesma.

Digamos que te aconteceu uma experiência traumática, algo que moldou a tua personalidade e que afeta a tua vida ainda hoje, mesmo tendo acontecido há muitos meses, ou até anos atrás.

Aconteceu, é um facto. E porque aconteceu, tomas aquilo como um marco na tua vida. As pessoas com quem partilhaste a experiência até fazem questão de te relembrar, porque foi tão importante e decisivo.

Por exemplo, alguém que viveu uma relação abusiva. Pode ter terminado a relação e ter-se tornado mais forte. 

Mesmo tendo seguido em frente na sua vida, continua a pensar naquilo - nos momentos que viveu, no antigo parceiro, na maneira como se sentiu quando viveu o sofrimento daquela experiência.

Se der muita atenção a estes pensamentos, eles podem materializar-se de novo, de uma maneira ou outra. Porque aquilo que pensamos, mesmo sendo apenas memórias, atraímos mais para a nossa vida.

Agora falemos dos sentimentos.

Se a mesma pessoa que sofreu a relação abusiva há muito tempo pensar nisso, mas ser um pensamento fugaz, vazio de emoções - porque afinal, aquilo faz parte do passado e não lhe afeta mais, ele/a superou esse sofrimento e toda a sua vida mudou - nada vai acontecer.

São as nossas emoções que ditam o "tom" daquilo que se vai manifestar.


A chave é o que sentimos. Há várias evidências que nos indicam que a maneira como nos sentíamos antes de algo acontecer foi a razão para isso se concretizar.

Por isso, usemos as nossas emoções para o que elas realmente servem: como GPS interno, um guia constante que nos diz onde estamos em relação a onde queremos ir.


Dominar as emoções significa conhecer o que significam. É fácil: quanto melhor nos sentimos agora, melhor será a nossa vida. E mesmo quando nos sentirmos mal, termos inteligência para entender que a emoção negativa é um indicador do que podemos atrair, basta relaxar e gentilmente guiarmo-nos a uma frequência mais elevada.

Cláudia


0 comentários:

Enviar um comentário

Página oficial

Subscreve à newsletter

Artigo em destaque

Como Usar a Lei da Atração: O Segredo na Prática >> PDF Gratuito

Para aqueles que querem aprender os básicos sobre a Lei da Atração e como usá-la para criar a vida que deseja, escrevi um livro que exp...

Envia-me uma mensagem

Nome

Email *

Mensagem *

Seguidores

Instagram