Home » , , » Para Ser Livre, Apenas Preciso Ser Eu

Para Ser Livre, Apenas Preciso Ser Eu

Written By Cláudia Rocha on 7 de março de 2017 | 22:49:00







A liberdade está no momento presente, na sensação que tens e emites para o Universo. Ser livre é simplesmente sentir-se livre.

Se eu te disser que crias tudo na tua própria realidade, então acreditas que crias, também, a tua própria liberdade. Os condicionalismos ao teu comportamento são todos auto-impostos, porque são o resultado das tuas próprias crenças sobre o que podes ou não fazer.

A essência de tudo é energia pura e positiva, somos todos Um. E aquilo que contraria essa essência sabe a resistência, que pode crescer e tornar-se em algo maior. É este o caso das doenças, dos traumas e dos problemas em geral que temos na vida - tudo isto é resultado da desconexão com o Eu Maior.





Se eu não me deixo ser eu, estou a negar a minha própria essência e o meu propósito, que é a Felicidade.

Por isso, se nos aprisionamos (e sendo seres naturalmente livres) negamos a nossa existência e o nosso merecimento de tudo aquilo que desejamos. Em suma, não nos deixamos ser nós.





Assim, a liberdade está na conexão com o Eu.

Estás em conexão contigo? Tens momentos de harmonia total com quem-realmente-és, com a tua essência? Não falo do Ego superficial, mas de ti mesmo como uma entidade que vai além do teu corpo e das tuas posses materiais. Porque sim, tu és mais do que isso.

As pessoas que ainda não tiveram desses momentos com frequência suficiente, desligaram-se quase totalmente de quem-realmente-são, e isso causa-lhes dor - ou, pior, uma sensação de vazio quanto à sua existência.

Elas podem estar conscientes disso ou não, mas vão sempre tentar preencher esse vazio, e normalmente é com o excesso: excesso de pessoas, coisas, horas de trabalho, substâncias, etc. E este excesso é para que a pessoa tenha sempre a presença de alguma coisa na sua vida, porque sem isso sente-se vazia.

Tudo isto é uma ilusão.





Nós somos o oposto de vazio. Nós somos um universo, aliás, nós temos um universo dentro de nós: quer sejam as ideias da nossa mente, as células do nosso corpo, os biliões de componentes que nos formam e trabalham a nosso favor, para nos manter vivos sem sequer nos apercebermos.

Mas somos ainda mais do que isso. Somos parte de um Universo ainda maior, e nunca estaremos separados dele. 





É insignificante se nos tentam reduzir a máquinas, robôs, seres sem rosto e catalogados com um número ou uma identidade única. Somos pó de estrelas, somos energia que se estendeu para um corpo. 

Eu só posso ser livre se escolher. Porque eu nasci livre, e passei tempo demais a negar que o era: a negar que sou mais que a minha aparência, mais que o meu passado e mais que aquilo que faço hoje. Neguei que era mais importante e grandiosa que todos esses detalhes que supostamente me formavam como pessoa, até perceber que eu não sou só uma pessoa, sou uma alma, um espírito, um ser consciente.

Acordei para a vida, como se costuma dizer. Percebi o significado da afirmação "eu sou" e entendi que basta existir para ser merecedora de uma vida cheia de felicidade, amor e abundância - e que não só é possível, como é suposto!

Para ser livre, apenas preciso ser eu!

Cláudia
 
Se gostaste do post, acompanha o blog na página oficial do Facebook - Vibe High

0 comentários:

Enviar um comentário

Página oficial

Subscreve à newsletter

Artigo em destaque

Como Usar a Lei da Atração: O Segredo na Prática >> PDF Gratuito

Para aqueles que querem aprender os básicos sobre a Lei da Atração e como usá-la para criar a vida que deseja, escrevi um livro que exp...

Envia-me uma mensagem

Nome

Email *

Mensagem *

Seguidores

Instagram