Home » , , » Digo Sempre a Verdade...Amem ou Odeiem

Digo Sempre a Verdade...Amem ou Odeiem

Written By Cláudia Rocha on 22 de novembro de 2016 | 17:59:00



Neste post um bocado diferente dos outros, falo sobre Kanye West. São poucos os artistas que causam um impacto em mim ao ponto de mudar a minha mentalidade, e ele é um deles. Não só pelas suas músicas, mas pela sua genialidade, há algo nele que incomoda muita gente: a sinceridade.

As suas letras falam sem filtros das suas experiências, e de assuntos polémicos como o racismo. Mas o que incomoda o público não são as letras ou o que ele diz, mas o conjunto de todas as coisas, o contexto. Por exemplo, Kanye sempre falou abertamente sobre racismo na sua obra, mas recentemente pediu para que não se falasse mais nisso.

No contexto dos media, Kanye é um vilão. Ele já roubou os holofotes a Taylor Swift, já pediu dinheiro a Mark Zuckerberg, e agora é "apoiante" de Trump. Nos títulos de publicações, ele tem apenas razões para ser odiado.

O que as pessoas se esquecem é que ele nunca fez mal a ninguém, a única coisa que fez foi expressar a sua opinião.

"Se eu fico em sarilhos por dizer a verdade, o que é que vocês têm ouvido o resto do tempo?"

Quer consideremos algo verdade ou não, as pessoas nunca deveriam ser condenadas por darem a sua opinião. Claro que há um limite, e devemos evitar a violência verbal, ofensas e ataques pessoais, mas mostrar a nossa visão é algo natural no ser humano.


Aliás, é para isso que a democracia existe: para que haja liberdade de expressão. Somos cidadãos livres porque queremos e podemos, não porque existe alguma força superior que nos ameaça se fizermos algo errado (ou será que há mesmo?).

Hoje em dia toda a manipulação a que somos sujeitos é muito subtil. Os americanos não foram obrigados a votar em Hillary Clinton, mas todas as notícias que surgiram falavam bem dela, ao contrário das de Trump. Existe liberdade de expressão, mas um site que expõe documentos oficiais secretos do governo sofre tentativas contínuas de ser retirado da internet.

Sofremos uma lavagem cerebral para condenar aqueles que se expressam com total sinceridade - porque temos liberdade de expressão, claro, mas existem pessoas acima de nós que podem condenar-nos de alguma forma se dissermos o que elas não querem ouvir.


Pois é, a liberdade de expressão...é uma liberdade condicional.

As pessoas que sabem a verdade sobre o sistema que nos governa entendem que quem tem um certo nível de popularidade está em grandes apuros se disser tudo o que sabe. Se já somos julgados por dizermos o que pensamos quando estamos num círculo de pessoas do nosso contexto, imaginem quem está um nível acima...

Eu, por meu lado, expresso o quanto posso e sei que serei ouvida. Se me calo, é porque as ideias ainda estão a germinar na minha cabeça, e não preciso de falar por falar.

Mas quando falo, digo a verdade, nem que seja a minha - amem ou odeiem.

Cláudia

4 comentários:

  1. Olá :) Enviamos um convite para o teu email.
    Contamos contigo? :)

    ResponderEliminar
  2. A liberdade de expressão é paradoxal na sociedade. Desde que aja um "isso pode, porém...", creio que já não pode mais ser considerada como liberdade. Tenho percebido mesmo isso que você disse sobre as pessoas só poderem dizer o que agrada aos outros ouvidos. Não há mais liberdade de opinião. Ou você pensa igual, ou está errado. Mas afinal, errado sob o julgamento de quem? O ser humano não tem poder algum de definir o certo e o errado, sempre haverá argumentos que justificarão uma posição ou outra. Acho válido a compreensão, por exemplo, quando há discordância de ideias. Não significa que as pessoas têm de aceitar a opinião contrária de outra, mas apenas compreendê-la de alguma forma. Hoje mesmo vi um post no Instagram que me deixou indignada. Estavam falando de um ator brasileito X que se casou com uma moça Y, e o cara pensou melhor e resolveu não ir adiante ainda na lua de mel. Daí a moça Y casou com um cantor brasileiro W. Até aí tudo bem, a moça seguiu a vida. O que me deu raiva foi jugarem o ator X, dizendo que ele foi otário e trouxa, que no fim quem se deu mal foi ele. Gente, ele apenas tomou uma atitude que contrariava o que a sociedade esperava dele, mas e daí? É a vida dele, ele não é obrigado a nada. Acho que se as pessoas reconsiderassem compreender umas as outras, teríamos um mundo mais feliz.
    Parabéns pelo post!
    Abraçz

    http://motivospelosquaisestoufelizhoje.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente. Cada um sabe da sua vida e tem a sua opinião. A única coisa que podemos fazer é ouvir e respeitar! Bjs <3

      Eliminar

Página oficial

Subscreve à newsletter

Artigo em destaque

Como Usar a Lei da Atração: O Segredo na Prática >> PDF Gratuito

Para aqueles que querem aprender os básicos sobre a Lei da Atração e como usá-la para criar a vida que deseja, escrevi um livro que exp...

Envia-me uma mensagem

Nome

Email *

Mensagem *

Seguidores

Instagram