Home » , » Não Podemos Mudar Ninguém

Não Podemos Mudar Ninguém

Written By Cláudia Rocha on 24 de julho de 2016 | 17:45:00




Num dos infindos diálogos que tenho comigo mesma, um dia pensei: muitas pessoas me querem mudar. Expresso descontentamento por esta atitude, respondendo que eu sou assim porque acho que é a maneira certa de agir, neste momento da minha vida. A conversa é mais ou menos assim:  

- Cláudia, podias ter feito daquela maneira quando aconteceu aquilo.
- Porquê?
- É o que eu acho, tu poderias ser melhor.
- Mas se eu fiz daquela maneira foi porque achei que era o que me fazia sentir melhor na altura.
- Mas o que fazes na vida a maior parte das vezes envolve fazer coisas que não gostas.
- Eu não acho isso.

E a partir dessa afirmação curta e direta, dou perfeitamente a entender que não concordo com aquela pessoa. Na minha cabeça passam coisas como: "quem me dera que x me entendesse e se sentisse feliz com quem é. Assim as nossas conversas eram muito mais inspiradoras."

Mas...espera aí, se eu sinto que a pessoa deveria ser diferente, e que a maneira como me sinto nas nossas interações depende dela, eu estou a fazer exatamente igual a ela: estou a exigir uma mudança de comportamento!

Estou no círculo vicioso de me deixar influenciar e dizer que a outra pessoa não se deveria deixar influenciar. Estou a controlar e a pedir para não ser controlada. Parece confuso, eu sei. Mas faz muito sentido.

Isto porque todas as pessoas fazem isso. Elas falam com os outros como se estivessem a falar com elas mesmas!

No outro dia li uma frase brilhante. Era algo assim: "Todos os conselhos são autobiográficos. Quando falam contigo é como se estivessem a falar com eles mesmos no passado."

É um hábito humano! É um vício interessante e que vale a pena notar. Para pessoas que odeiam ouvir conselhos, é a pior coisa do Mundo alguém que amamos nos dizer mil vezes alguma coisa que nós sabemos que ela fez...ou não fez.

Os nossos pais viveram vidas COMPLETAMENTE diferentes das nossas, e os conselhos que nos dão refletem as experiências que eles viveram, pelas emoções fortes que lhes despertaram. Especialmente se ainda sentirem um agudo arrependimento por uma experiência do seu passado, aconselham-nos vivamente a evitar essa experiência, com todas as forças que têm...porque são nossos pais.

Querem-nos bem, amam-nos, mas não se devem esquecer que todos somos imperfeitos, e é a imperfeição que nos torna o que somos, e nos catapulta a mudanças incríveis e entusiasmantes. Quando largamos os nossos medos e arrependimentos, podemos dar conselhos que realmente valem a pena.

Podemos incentivar a pessoa a melhorar, a arriscar, mas sobretudo a ir com o fluir dos acontecimentos das coisas, porque quer seja certo ou errado para nós, para ela era o que parecia melhor, e o que quer que aconteça, tudo vai correr bem. Ou vences ou aprendes. Não existe derrota, a vida continua.

Mas não são só os nossos pais que têm vidas completamente diferentes das nossas. Toda a gente é única. Com toda a nossa complexidade, mente e personalidade, somos uma teia de elementos que nos compõe. Porém, tu não és diferente da outra pessoa por causa de quem és ou do teu passado: mas por causa da maneira como te sentes de momento a momento.

Por isso, um lembrete mental para vocês e para mim: quando alguém me tenta mudar porque acha que os faria sentir melhor se eu fosse diferente, eu digo "obrigada!" E sinto-me lisonjeada porque me relembro do quão única sou, e da importância de eu decidir como ser daqui para a frente, para eu me agradar. Ser como sou agora agrada-me? Se sim, siga em frente.

Cláudia

2 comentários:

  1. Claudia, sou muito grata por ter descoberto o seu blog por acaso nos comentários de um outro blog. Muito grata mesmo! Este é o tipo de texto que sempre procurei encontrar na internet e finalmente encontrei. Concordo em gênero e grau com suas reflexões nesse texto.
    Se há algo que não temos capacidade é mudar uns aos outros. E isso acontece porque apenas nós mesmos podemos nos mudar. E isso² só deve acontecer mediante a nossa visão de que é algo necessário. Estamos aqui na Terra para evoluir, e essa evolução só se dá após a nossa visão da verdade e não da verdade para outras pessoas. Porque, como você disse, toda a gente é única, e cada um tem sua verdade e sua necessidade de mudança.
    Parabéns pelo blog!
    Abraçz

    http://motivospelosquaisestoufelizhoje.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas palavras, Núbia <3 Também sou grata de ter encontrado o teu blog maravilhoso!

      É mesmo, muitas vezes há a necessidade de controlo de tudo e todos, porém a nossa única missão é controlar-nos (ou melhor, permitirmo-nos) para que sejamos felizes incondicionalmente.

      Há tantas noções que foram formadas nas pessoas que não condizem com o seu "propósito maior", que é essa felicidade livre de condições. Pessoas como nós têm como missão mostrar o outro lado da moeda, que somos mais do que aquilo que fomos ensinados a ser.

      Obrigada por tudo

      Eliminar

Página oficial

Subscreve à newsletter

Artigo em destaque

Como Usar a Lei da Atração: O Segredo na Prática >> PDF Gratuito

Para aqueles que querem aprender os básicos sobre a Lei da Atração e como usá-la para criar a vida que deseja, escrevi um livro que exp...

Envia-me uma mensagem

Nome

Email *

Mensagem *

Seguidores

Instagram